Embalagens biodegradáveis substituem plástico e começam a ganhar mercado

Embalagens biodegradáveis substituem plástico e começam a ganhar mercado

Consumidor também está mais atento a questões ligadas à sustentabilidade

A CNNBrasil fez uma matéria sobre Embalagens Biodegradáveis e foi em busca de empresas brasileiras estão inovando para desenvolver soluções cada vez mais sustentáveis, graças ao crescimento da demanda.

O diretor de negócios da Camargo, Felipe Toledo, foi um dos entrevistados e contou um pouco sobre a experiência da empresa e planos de crescimento neste mercado.

As embalagens biodegradáveis estão ganhando o mercado como uma alternativa mais sustentável no lugar do plástico, um dos grandes vilões do meio ambiente, responsável por oito milhões de toneladas por ano de resíduos, que vão parar no oceano.

Algumas empresas brasileiras trabalham para tentar reduzir esse volume de garrafas, sacolas e outras embalagens de plástico. A Camargo Embalagens, por exemplo, controla cada material de embalagem para não deixar os alimentos estragarem e ainda não poluir.

A demanda por esses produtos já aumentou na empresa e impactou no crescimento da empresa em 20%. No entanto, o diretor Felipe Toledo acredita que pode crescer ainda mais. “A vertente de sustentabilidade ainda é uma parte da empresa, mas percentualmente ou em termos de velocidade é a aplicação que mais cresce”, explicou.

De acordo com um levantamento da Kantar, o consumidor está cada vez mais atento a questões ligadas à sustentabilidade. Segundo a pesquisa, 47% deles acreditam que os responsáveis por controlar e limitar o desperdício de plástico são os fabricantes dos produtos. 

Porém, grande parte ainda tem dificuldade de identificar marcas que praticam ações sustentáveis. “Empresas que não estiverem alinhadas com o tema, vão perder espaço”, diz Aron Belinky, especialista em sustentabilidade. “A capacidade de atender a sociedade gerando menos impacto é um diferencial competitivo que tem a ver com a sustentabilidade”.

Embalagens biodegradáveis começam a ganhar mercado (19.ago.2021) Foto: Reprodução / CNN

    Deixe seu comentário aqui

    Fale conosco via
    WhatsApp