Parceria entre Camargo Embalagens e Ambiplac aposta na economia circular com a produção de telhas ecológicas

Parceria entre Camargo Embalagens e Ambiplac aposta na economia circular com a produção de telhas ecológicas

Por mês são utilizadas mais de 500 toneladas de aparas industriais, com produção que chega a 25 mil itens

A Ambiplac, que  tem entre as empresas do grupo a Brasiplac, que atua na reciclagem dos resíduos com a fabricação de Telhas e Placas Ecológicas, tem uma parceria de cinco anos com a Camargo Embalagens nesse processo. Desde 2018 a Ambiplac adquire as mantas de alumínio para a parte superior dos seus produtos e passou também a absorver  as  aparas dos resíduos industriais para composição da “massa” utilizada em sua produção de telhas.

A ideia da produção de Telhas Ecológicas surgiu há  quase 20 anos, com o diretor da empresa, Cedraíque Alves de Souza, conhecido por “Sr. Cedraique”, como forma de cuidar do meio ambiente, criando um produto que tivesse base os resíduos plásticos,  como é o caso das telhas, tapumes e placas ecológicas. Hoje, estão à frente do negócio, seus filhos, Cedraique Alves de Sousa Filho  e Erik José Alves de Souza.

Estima-se que, dos 6 bilhões de embalagens longa-vida produzidas por ano no país, menos de 14% são reaproveitadas no ambiente, elas levam até 100 anos para se decompor, em função do plástico (20% da composição) e alumínio (5%).

De acordo com o gerente da fábrica da Brasiplac, Alex Fernando, hoje são utilizadas mais de 500 toneladas de aparas industriais por mês, sendo que esses materiais são destinados por parceiras cadastradas e homologadas. “Ou seja, cada empresa possui um tipo de matéria-prima especifica onde preparamos a porcentagem de cada material para chegar a um produto de boa qualidade, com produção que chega a 25 mil itens por mês”, explica.

O diretor da Camargo, Felipe Toledo, complementa, afirmando que a parceria entre Brasiplac e a indústria é um ótimo exemplo de que a economia circular e a logística reversa são ações possíveis e que trazem benefícios a toda a cadeia, dando um destino sustentável a materiais que possivelmente iriam para o lixo, transformando-os em novos produtos.

Fale conosco via
WhatsApp