Rakkau utiliza filme à base de cana de açúcar nas embalagens em linha de suplementos veganos

Camada de PE utiliza 51% de resina de fonte renovável

Para reduzir os impactos ambientais e ofertar soluções que sejam alinhadas com o propósito de seus clientes, a Camargo Cia de Embalagens busca alternativas sustentáveis em seus projetos e conta com parceiros estratégicos para aliar beleza, resistência e inovação em seu processo de fabricação de embalagens.

Prova disso é a embalagem desenvolvida para a Rakkau, que produz suplementos veganos com ingredientes sustentáveis e que buscava uma proposta diferenciada para seus produtos. 

O filme utilizado nas embalagens produzidas pela Camargo foi desenvolvido pela Braskem e é chamado de Polietileno Verde (PE verde), ou “Plástico Verde”. Ele é fabricado a partir do etanol de cana-de-açúcar, uma matéria-prima 100% renovável, sendo a primeira resina desse tipo certificada no mundo e que conta com a marca “I’m green”, que assegura sua origem e reciclabilidade. O Polietileno Verde possui ampla aplicação em embalagens de bens de consumo. 

De acordo com a gerente de químicos renováveis da Braskem, Lúcia Ino, a resina contribui de maneira importante para a redução das emissões de gases de efeito estufa, o que está em linha com o crescente interesse dos consumidores em soluções sustentáveis. “Ao longo do seu ciclo, o biopolímero fabricado a partir do etanol captura 3,09 kg de CO2 por quilo de Plástico Verde produzido. A economia gerada na fabricação de 200 mil toneladas de PE Verde compensa as emissões de gases do efeito estufa geradas pelo equivalente a 89,500 mil pessoas” explica.

O diretor de marketing da Rakkau, Cleonildo Neto,  diz que a ideia para a nova embalagem foi gerar mais experimentação do produto, em porções menores e ao mesmo tempo adotar práticas mais sustentáveis. “Como nossas embalagens são de 600g e 900g, fracionamos essas doses em forma de sachês de 36g para que as pessoas pudessem experimentar um novo sabor, no caso o de baunilha (projeto inicial desse tipo de embalagem), ter a facilidade de levá-lo na bolsa ou até mesmo, ter um primeiro contato com o produto”, diz. “Gradualmente todas as nossas embalagens utilizarão o PE verde”, conclui.

O time de inovação da Companhia, myPACK, está sempre focado em desenvolver embalagens estratégicas,  diferenciadas e customizadas a partir das necessidades e características do produto a ser envasado. “A partir da proposta de saudabilidade que norteia a atuação e os produtos da Rakkau,  myPack pensou em uma embalagem que refletisse os atributos da marca e que fosse ambientalmente mais amigável, com recursos mais naturais, chegando assim, ao PE verde da Braskem”, explica o diretor da Camargo Cia de Embalagens, Felipe Toledo. 

Fale conosco via
WhatsApp