A história das embalagens no Brasil: Como e por que surgiram?

A história das embalagens no Brasil: Como e por que surgiram?

Elas são fundamentais no nosso dia a dia, mas você sabe como e por que as embalagens surgiram? Hoje vamos trazer um panorama da história das embalagens e, principalmente, quais foram os marcos no Brasil relacionados a esse tema.

A origem das embalagens no mundo e no Brasil

Antigamente, o homem não precisava de embalagens. Ele consumia seus produtos no local e no mesmo momento em que os adquiria. Com o passar do tempo, alguns processos foram mais estruturados e surgiu, então, a necessidade de armazenamento dos itens.

As primeiras embalagens datam tempos muito antigos, anos de 2.200 a.c.

No Brasil, os registros das primeiras embalagens esboçadas na nossa terra são de 1635, encontrados em Pernambuco. Mas foi em 1808, com a abertura dos portos e com a vinda da família real portuguesa para o Brasil, que o mercado de embalagens ganhou espaço no cenário nacional.

Isso aconteceu porque foi nesse período que as importações e exportações ganharam volume nas terras brasileiras, gerando uma maior necessidade de embalar os produtos para a comercialização. 

As principais embalagens produzidas nesse período eram sacos de estopa, garrafas de vidro, latas e barris de madeira.

Embalagens ganhando destaque no cenário nacional

Na década de 1950, houve um grande crescimento do setor de autosserviço no Brasil. Com isso, surgiu uma preocupação maior com a aparência e eficácia das embalagens. Nesse momento, entendeu-se a necessidade de as embalagens serem mais atraentes e, ao mesmo tempo, conservarem por mais tempo os produtos.

Gostou de saber mais sobre a história da embalagem no mundo e no Brasil? Assine nossa newsletter e saiba mais sobre esse universo.

    Deixe seu comentário aqui

    Fale conosco via
    WhatsApp